sábado, 11 de fevereiro de 2017

Principado da Pontinha asilo para Sócrates

https://br.pinterest.com/pin/478226054157195188/

Esta semana, soubemos que o designado Príncipe D. Renato Barros II irá dar asilo ao deputado José Manuel Coelho, até aqui nada de anormal, tudo perfeitamente natural. Um principado que muito tem contribuído para o aumento da natalidade da nossa região, a crer nos censos divulgados pelos sites da especialidade, mas também para dar asilo a uma pessoa que tanto tem divulgado o cargo para que foi eleito. Mas passemos ao meu desejo, como se sabe, sempre fui um fiel apoiante dos que sempre se opuseram ao antigo Primeiro-Ministro da República Portuguesa, o Sr. José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa.

Como é do conhecimento de todos, ele esteve detido em Évora, e como sabemos por alegados empréstimos do seu amigo. Até aqui, o que lamento é não ter amigos como o Sr. José Sócrates, isto é, que me possam financiar uns estudos quaisquer, por exemplo em Paris, financiar uma casita e coisinhas assim do género. Oh meus amigos… Está na altura de serem mais generosos, ou então terei que escolher melhor os meus amigos!

Mas voltemos ao cerne da questão, nós, contribuintes sustentamo-lo durante 2 292 dias no cargo de Primeiro-Ministro, mas há mais, pois se contabilizarmos os cargos: Ministro do Equipamento Social, Ambiente, Ministro-Adjunto e ainda Secretário de Estado, somam 2 423 dias. E agora se contabilizarmos o período em que esteve detido são mais 329 dias. Se somarmos todos estes dias, já sustentamos a vida do designado engenheiro Sr. Sócrates em 5 044 dias mais coisa menos coisa, se tivermos em conta que ele tem 21 708 dias de vida, isto é, perto de um terço da vida que andamos a sustenta-lo.

Por estes motivos e o elevado valor das nossas correntes despesas, mas também para ajudar a Gerigonça a cumprir as suas metas orçamentais e também ajudar o Dr. António Costa a ter menos preocupações com conferências de imprensa, venho por este meio solicitar a Sua Alteza Sereníssimo D. Renato Barros II para dar asilo ao Sr. Sócrates, pois ele não poderá ser detido, porque, perante esta contabilidade, já se torna abusivo todos os luxos que tem usufruído por meio do Povo Português, veja-se o exemplo de Évora, teve direito a ser designado por 44, tinha roupa lavada, comida, horas de ginásio, televisão e outros luxos principescos e trabalhinho que é bom, era nadinha. E como desejo que o Sr. Sócrates continue a usufruir de uma vida principesca, só posso pedir ao Monarca do Principado da Pontinha para dar asilo, pois só um Estado como o Principado da Pontinha terá toda a disponibilidade para dar estes luxos ao nosso amigo Sr. Sócrates. Tenho a certeza que D. Renato Barros II irá providenciar um quartinho de 12 metros quadrados com vista para o Oceano Atlântico. Aguardo ansiosamente que o Principado da Pontinha aceite esta sugestão de pedido de asilo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O blogue Madeira Minha Vida não é responsável pelos comentários reproduzidos no blogue.
Cada comentário é da responsabilidade de quem o redige.

Comente com ponderação!