quarta-feira, 6 de março de 2013

"Empresas lucram com falsas ofertas de emprego para desempregados"

 
Acho que todos nós devemos fazer este trabalho de denunciar todas as fraudes que existem:
 
 
A entrevista decorreu na sede da Associação Portuguesa de Gestão de Pessoas (na António Augusto de Aguiar), o que sossegou Paula: "Tem credibilidade, fiquei mais descansada. Fui levada para uma sala com uma rapariga nova, cujo nome não lembro. Disse-me que estavam ali por não terem instalações próprias e que o site ainda estava em construção. E começou a apresentar-me aquilo que denominou como 'um novo produto', Passemprego, uma certificação de competências. Não me conseguiu convencer das vantagens nem explicar-me como aquilo funcionava. Disse-me que se pagasse 20 euros me dava um link com um código e quando eu chegasse a casa acederia a esse link e aí certificaria os meus documentos. Isso não me fez sentido: então se tivesse um certificado falso era eu que o certificava? Além disso, trabalho há alguns anos e ninguém me pediu certificação. E quando lhe perguntei se tinham telefone disse-me que não, o que também me pareceu estranho, tal como o facto de que quando cheguei à entrevista me disse existirem três ou quatro ofertas para o meu perfil e como não paguei o tal serviço de repente já não havia."
 
Depois de mais uma pesquisa encontrei mais sites a denunciar este tipo de esquemas e as pessoas em questão que se aproveitam das pessoas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O blogue Madeira Minha Vida não é responsável pelos comentários reproduzidos no blogue.
Cada comentário é da responsabilidade de quem o redige.

Comente com ponderação!